Notícias

BM realizou Avaliação de Progresso Interna

Do dia 27 a 31 de agosto, o curso de Medicina do Centro Universitário Barão de Mauá realizou a segunda edição da API - Avaliação de Progresso Interna. Durante a atividade, discentes do 4º, 5º, 8º e 12º período participaram de uma prova teórica e prática. A atividade foi aconteceu na Unidade Central e seguiu o modelo das avaliações OSCE - Objective Strutured Clinical Examination.


Segundo o coordenador do curso professor Ricardo Miranda Lessa, o curso preconiza uma metodologia ativa de ensino denominada TBL (Team-Based Learning), sendo fundamental que ocorra um alinhamento desta metodologia com as estratégias de avaliação. “Neste sentido, o OSCE é capaz de promover este alinhamento, já que possibilita a avaliação de diferentes competências essenciais para a prática profissional em situações simuladas. Atualmente, este modelo de avaliação é empregado em vários cursos de Medicina, como um instrumento para que o aluno progrida nos ciclos do curso. Além disto, as principais provas de residência médica do País tem optado por provas práticas neste formato nas seleções de segunda fase”, destaca.

Com avaliações estruturadas e baseadas nos conhecimentos pertinentes ao momento de formação de cada período, foram disponibilizados cinco cenários, nos quais foram utilizados recursos como vídeos, simulações com manequins e atores, interpretação de exames em microscopia, entre outros e assim, os alunos percorriam um corredor e permaneceram por tempo cronometrado em cada estação, recebendo um feedback do avaliador ao final da execução da tarefa. “Por ser um modelo de avaliação amplamente discutido na literatura e com resultados que permitem identificar lacunas no processo de ensino-aprendizagem, esta avaliação permite que discentes e docentes revisem suas fragilidades”, reforça o coordenador.

Para a API, foi realizado um curso de capacitação EAD com apoio do ProfCon para os docentes do curso de Medicina, os preparando desde a elaboração do cenário, formatação de check list e postura do avaliador no momento da prova.

O NAPED (Núcleo de Apoio Pedagógico Docente) foi a equipe responsável pela API, representado na prova teórica pelo Professor Luis Fernando Joaquim e pelas professoras: Cinara Feliciano e Fabiola Leite na elaboração da prova prática, todos sob coordenação do professor Ricardo Miranda Lessa.




Jornalistas:

Rogéria Gamba - MTB 52.808
rogeriacg@baraodemaua.br

Lays Schiavinatto - MTB: 76.163
lays.nascimento@baraodemaua.br

Contato Assessoria de Imprensa:

16 3968-3890

Compartilhe esta notícia

Voltar