Barão de Mauá sedia debate em Webconferência sobre nova legislação da EAD

data notícia: 25/07/2017

Destaque Focado nas possibilidades educacionais atuais e futuras para a modalidade de Educação a Distância no ensino superior, no dia 17 de julho, a Barão de Mauá realizou uma Webconferência, com base no novo marco regulatório, com o tema: “Os desafios e oportunidades do Novo Marco Regulatório da EAD”. Foram convidados profissionais da área para debaterem as mudanças do novo marco apresentadas recentemente pelo Ministério de Educação (MEC). A atividade contou com a mediação da Prof. Ms. Patrícia Papa e aconteceu nas dependências do estúdio dos cursos de Comunicação Social da Barão de Mauá, na Unidade Independência.

Além do Pró-reitor de EAD do Centro Universitário Barão de Mauá, Prof. Dr. Dyjalma Antonio Bassoli, o encontro reuniu profissionais da área, como o diretor presidente da Santos Jr Consultoria Educacional, Prof. Dr. Jair dos Santos Jr; o coordenador do NPT USP, Prof. Dr. José Dutra de Oliveira Neto; o Prof. Ms. Cícero Barbosa da Silva, da Associação Brasileira de Tecnologia Educacional (ABT); e o Coordenador Geral de EAD do Centro Universitário Claretiano, Prof. Ms. Evandro Luís Ribeiro.

Segundo a mediadora do debate e professora da Barão Patrícia Papa, o evento foi uma oportunidade de abordar as mudanças favoráveis para o setor e discutir os reflexos na dinâmica concorrencial deste segmento de ensino. “Foi possível debater com base na nova legislação e pensar como ela será trazida na prática das instituições de ensino”, comenta.

Entre as novidades, a portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) permite que as instituições de ensino superior se credenciem para ofertar cursos de EAD sem a necessidade de credenciamento para modalidade presencial, além de permitir que as instituições já credenciadas para EAD criem polos por ato próprio, respeitando os limites quantitativos fixados de acordo com o Conceito Institucional, ou seja, aquelas com classificação conceito 3 podem criar até 50 polos EAD por ano, enquanto as com nota 4 podem abrir até 150 unidades e as com conceito 5 até 250.

Para o professor Dyjalma, a Webconferência atingiu todos os objetivos planejados. “A modalidade EAD tende a crescer ainda mais no país. A premissa para este crescimento passa a ser apoiada na qualidade dos projetos educacionais das Instituições. A Barão de Mauá se orgulha de ter reformulado todo o seu projeto de educação a distância, tendo construído projetos que se distinguem pela qualidade de sua proposta, quer seja pelos diferenciados recursos educacionais que propõe, quer seja pelo excelente corpo docente que atua na modalidade.

Debates como estes são providenciais para que a modalidade de EAD se fortaleça no cenário do ensino superior brasileiro. Que novas oportunidades como essas cheguem, para que possamos discutir sobre educação a distância de qualidade no Brasil”, afirma.

Para quem quiser assistir o debate na íntegra, clique aqui!

Jornalistas:

Rogéria Gamba - MTB 52.808 / rogeriacg@baraodemaua.br

Lays Schiavinatto - MTB: 76.163 / lays.nascimento@baraodemaua.br

Estagiário(a):
Isabella Monteiro Borges Strambi / isabella.monteiro@baraodemaua.br


Contato Assessoria de Imprensa:
16 3968-3890